ORGANIZAÇÕES SOCIAIS: AGENDA POLÍTICA
As mudanças ocorridas durante a década de noventa decorrentes da crise dos sistemas de proteção social em todo o mundo pautaram os governos dos Estados nacionais para repensar a forma de gestão dos serviços sociais com vistas à redução dos investimentos. Métodos gerenciais que indicavam o enxugamento dos custos com as políticas de proteção social foram apontados como alternativa em países que vivenciaram o Welfare state em estágio avançado, e o Brasil não foi indiferente a isto. No campo das políticas de saúde, as organizações sociais foram alternativas aplicadas como forma de gestão aos equipamentos públicos de saúde. No ápice do período neoliberal brtasileiro as organizações sociais de saúde multiplicaram-se. Decorrente de uma reforma do aparelho do Estado, os serviços de saúde foram os primeiros a implantar tal alternativa como método de gestão. Neste livro, analisamos, sob a perspectiva da saúde, os custos para o setor público da saúde, após mais de duas décadas de implantação das organizações sociais de saúde no Brasil. Sob uma perspectiva histórica, a partir da conquista dos direitos sociais, apresentamos análises derivadas de estudos e pesquisas sobre a gestão do sistema de saúde brasileiro.
Detalhes
Ano de Edição2018
AutorFrancis Sodré; Elda C. A. Bussinguer; Ligia Bahia (Org.)
Números de Páginas363

ORGANIZAÇÕES SOCIAIS: AGENDA POLÍTICA

  • Editora HUCITEC
  • ISBN: 9788584041442
  • Ano de Edição: 2018
  • Autor: Francis Sodré; Elda C. A. Bussinguer; Ligia Bahia (Org.)
  • Números de Páginas: 363
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$ 62,00
  • ASSOCIADO R$ 52,70
  • Sem impostos: R$ 62,00