Refrigerantes são produtos surpreendentes. Pouco mais do que água com açúcar aromatizado, as bebidas custam praticamente nada para produzir ou comprar, mas tornaram seus fabricantes - principalmente a Coca-Cola e a PepsiCo - em uma indústria multibilionária com reconhecimento, distribuição e poder político globais. Anunciados como "refrescante", "gostoso", "fresco", e "a coisa real", os refrigerantes estão tão bem estabelecidos como contribuidores para a má higiene dental, maior ingestão de calorias, obesidade e diabetes tipo-2, que a primeira linha de defesa contra qualquer uma dessas condições é a de simplesmente parar de bebê-los. Beber grandes volumes de refrigerante habitualmente não só prejudica a saúde individual, mas também onera as sociedades com custos desenfreados em saúde. Então como é que produtos que contêm ingredientes absurdamente baratos se tornaram indústrias multibilionárias e ícones de marcas internacionais, tendo, ao mesmo tempo, um impacto devastador sobre a saúde pública? Em ?Soda Politics?, o Dr. Marion Nestle responde a esta pergunta, detalhando todas as maneiras com que a indústria de refrigerantes trabalha muitas e muitas horas para fazer o ato de beber refrigerante ser tão comum e aceitável como beber água, para adultos e crianças. Dr. Nestle, um renomado especialista em política de alimentação e nutrição e advogado da saúde pública, mostra como refrigerantes são principalmente milagres de publicidade; a Coca-Cola e a PepsiCo gastam bilhões de dólares todos os anos para promover a sua venda às crianças, minorias e populações de baixa renda, em países em desenvolvimento, assim como em nações industrializadas. E uma vez estimulada a demanda, eles não deixam pedra sobre pedra para proteger seus lucros. Isso inclui fazer lobby para evitar quaisquer medidas que possam desencorajar a venda dessas bebidas, estrategicamente doar dinheiro para organizações de saúde e pesquisadores que podem fazer a ciência sobre refrigerantes parecer confusa, e se engajar em atividades de Responsabilidade Social Empresarial (RSE) para criar uma boa imagem e silenciar os críticos. ?Soda Politics? segue o rastro do dinheiro aonde quer que ele leve, revelando o quão duro a Big Soda trabalha para vender o máximo possível de seus produtos em um mundo cada vez mais obeso. Mas ?Soda Politics" faz mais do que apenas diagnosticar um problema - ele incentiva os leitores a ajudar a encontrar soluções. De Berkeley à Cidade do México e além, defensores estão combatendo com sucesso a comercialização, a promoção e proteção política implacáveis das bebidas açucaradas. E suas ações estão tendo um impacto - frente a todas as táticas, agressivas e brandas, que a indústria de refrigerantes emprega para manter o status quo, o consumo de refrigerante está estagnado ou em queda há anos. Campanhas de defesa da saúde são agora a maior ameaça para os lucros das empresas de refrigerante. ?Soda Politics" fornece aos leitores as ferramentas que eles precisam para manter a pressão sobre o Big Soda, a fim de construir sistemas de alimentação mais saudáveis e sustentáveis.
LIVRARIA
Ano de Ed 2015
Autor MARION NESTLE
Números de Páginas 508

SODA POLITICS - TAKING ON BIG SODA (AND WINNING)

  • Editora: OXFORD
  • ISBN: 9780190263430
LIVRARIA
Ano de Ed 2015
Autor MARION NESTLE
Números de Páginas 508
  • R$ 185,00

Associados

R$ 129,50