Fora de Estoque DESCOLONIZAR: O IMAGINÁRIO
Descolonizar o imaginário traz treze artigos que discutem pós-extrativismo e alternativas ao desenvolvimento em perspectiva ampla e transversal, passando por temas aparentemente díspares, mas complementares, como direito à cidade, feminismo, colonialidade, Estado, Direitos da Natureza, movimentos indígenas, economia É uma continuação do debate que trouxemos aos leitores brasileiros com a publicação de O Bem Viver, em janeiro.Com a crise dos governos progressistas ? marcada até agora pela derrota do kirchnerismo, pelo impeachment de Dilma Rousseff e pela decadência do chavismo ?, Descolonizar o imaginário procura resgatar as tradições, as histórias e os saberes latino-americanos para discutir alternativas. É uma discussão importantíssima para uma região que assiste, atônita, ao ressurgimento de governos escancaradamente identificados com projetos conservadores e neoliberais, como as administrações de Mauricio Macri, na Argentina, e de Michel Temer, no Brasil. Os textos lançam hipóteses sobre como e por quê, apesar de resultados inéditos na redução da pobreza e da desigualdade, os presidentes da chamada ?esquerda latino-americana? não conseguiram eliminar a miséria ou promover mudanças estruturais em seus países. Segundo os autores, a resposta passa justa A promessa de desenvolvimento sempre exerceu uma espécie de fascínio à esquerda e à direita do espectro político. Ao mesmo tempo que anunciava bem-estar e qualidade de vida, reduzia todos os aspectos da existência humana ? e a diversidade cultural dos povos ? aos parâmetros estabelecidos pelo mercado e pelo consumo.
Detalhes
Ano de Edição2018
AutorGERHARD DILGER
Números de Páginas468

DESCOLONIZAR: O IMAGINÁRIO

  • Editora AUTONOMIA LITERÁRIA
  • ISBN: 9788568302071
  • Ano de Edição: 2018
  • Autor: GERHARD DILGER
  • Números de Páginas: 468
  • Disponibilidade: Fora de Estoque
  • R$ 40,00
  • ASSOCIADO R$ 34,00
  • Sem impostos: R$ 40,00